Palestras e Workshops

Irão decorrer dezenas de palestras e workshops, devidamente enquadradas com a temática desta edição, e a natureza do festival, que procura informar e despertar os seus visitantes para os benefícios do veganismo. Estamos certos de que será muito difícil a escolha pelo que o melhor será assistir a todas as que puder!

Todas os eventos serão gratuitos, sem necessidade de pré-inscrição. Poderás saber mais detalhes sobre os eventos na nossa agenda Facebook.

Para as crianças dos 4 aos 12 anos temos um programa especial: o Veganário Kids.

Sábado dia 01 de Outubro – Palco do Grande Átrio

11h30m – Sobremesas 100% Vegetais

SHOWCOOKING Desafio Vegetariano

Actualmente, são já muitos os milhares de pessoas que praticam uma alimentação de base vegetal, e há já centenas de receitas espalhadas pelas redes sociais e em livros. Mas o Desafio sabe que a forma mais fácil de desbloquear algumas dificuldades na mudança da nossa alimentação é presenciarmos as receitas a acontecerem. Neste Showcooking vamos fazer rapidamente três sobremesas 100% vegetais, super práticas e saborosas. Quem não gosta de Cheesecake de Frutos Vermelhos, de Natas do Céu e de Mousse de Chocolate? Apareçam, para ver, e para provar! Nunca foi tão fácil!
Por Elisa Nair, Bárbara Korman e Catarina Sanches
O Desafio Vegetariano é um Projecto que convida as pessoas a experimentarem uma alimentação de base vegetal durante um mês, com ajuda experiente e profissional e acompanhamento gratuitos. A Elisa, a Bárbara e a Catarina são algumas das caras mais conhecidas entre as dezenas de voluntários que trabalham para ajudar a mudar o mundo no prato, uma garfada de cada vez!

Sábado dia 01 de Outubro – Palco do Anfiteatro

14h30m – Abertura e Boas Vindas

WELCOME ISEL E ORGANIZAÇÃO

Vamos celebrar o retorno do Veganário Fest à cidade de Lisboa e o seu acolhimento pelo ISEL, uma instituição universitária com reconhecido prestígio, valor e vontade de liderança na transformação sustentável tão necessária ao nosso futuro. Terão a palavra o Dr. José Nascimento, Presidente do ISEL, a Dr.ª Alexandra Rodrigues, assessora de Direcção para a área de sustentabilidade, representante da Associação Veganário e Dr.ª Elisa Nair em representação do Desafio Vegetariano.
Por ISEL, Veganário e Desafio Vegetariano

14h55m – Estratégias de Lisboa para a neutralidade carbónica para 2030

Câmara Municipal de Lisboa

A CML marcará preseça no Sábado, dia 1 de Outubro, pelas 11:30h, a abrir a sessão de palestras, logo após Recepção do Sr. Presidente do ISEL, Eng.º José Nascimento, para falar dos desafios, do desenvolvimento de estratégias e implementação de soluções que a CML pensa vir a concretizar nos próximos 8 anos para atingir a neutralidade carbónica, dado que, ao abrigo das Missões do Horizonte Europa e em alinhamento com o Programa New European Bauhaus, a cidade de Lisboa concorreu, e foi selecionada, para ser uma das 100 cidades da Europa neutras em carbono até 2030.
Por Engª Catarina Freitas
Directora da Direção Municipal de Ambiente, Estrutura Verde, Clima e Energia (DMAEVCE).

15h15m – O Outro Lado do Prato

ZERO

Esta exposição irá pôr em evidencia a produção e transporte dos alimentos que quotidianamente constituem o seu prato. Produtos que tão inocentemente aparecem nas prateleiras de supermercado escondem uma pegada hídrica e carbónica com efeitos nefastos para os ecossistemas e impactos significativos para o aquecimento global. Por fim, a exposição irá analisar o que deitamos para o lixo. Não só os restos que inocentemente deitamos fora do nosso prato para o lixo, mas todos os produtos desperdiçados em toda a cadeia de valor da indústria alimentar.
por Drª Rita Prates
Engª Química formada no IST, trabalhou em despoluição automóvel no Instituto Francês do Petróleo e Energias Renováveis, onde concluiu mestrado. Foi investigadora na síntese de catalisadores no Instituto de Catálise e Ambiente de Lyon, do qual resultaram inúmeras publicações, patentes, e tese de doutoramento em engenharia química de materiais. É policy officer, na ZERO, na equipa de Energia, Clima e Mobilidade, com principal foco na descarbonização da indústria cimenteira, mobilidade e alimentação sustentáveis.

15h30m – Pegada Ecológica e o Peso da Alimentação em Cidades Portuguesas

Universidade de Aveiro

A alimentação representa trinta por cento da Pegada Ecológica dos portugueses, o que faz de Portugal o país mediterrânico com a maior pegada alimentar per capita. Um estudo da Universidade de Aveiro e da Global Footprint Network mostrou que o consumo alimentar é o principal impulsionador da Pegada Ecológica das famílias num conjunto de cidades analisadas, pelo que é urgente investir em mais informação (que avalie impactos da alimentação) e fortalecer a capacidade das autarquias locais para promover sistemas alimentares equitativos, resilientes e sustentáveis, através de estratégias municipais dedicadas aos sistemas alimentares.
por Dr. Filipe Rocha
Doutorando em Políticas Públicas do Departamento de Ciências Sociais, Políticas e do Território e investigador da Unidade de Investigação em Governança, Competitividade e Políticas Públicas (GOVCOPP) da Universidade de Aveiro. É actualmente investigador do Projecto Pegada Ecológica dos Municípios Portugueses e centra a sua investigação em Políticas de Sustentabilidade Locais e de Sistemas Alimentares sustentáveis e saudáveis.

15h45m – Impacto da Alimentação na Destruição dos Ecossistemas e nas Pandemias

Universidade de Aveiro

Para responder ao desafio de garantir a segurança alimentar de uma população em acentuado crescimento, a expansão e intensificação da produção agrícola está entre as principais causas de ameaça à saúde do planeta e das pessoas. Os sistemas de produção agroalimentar são hoje uma das maiores ameaças à biodiversidade e ecossistemas, atendendo a onde e à forma como produzimos alimentos. A agricultura é também um dos principais motores do aparecimento de doenças infecciosas em humanos. Mas a forma como produzimos e consumimos os nossos alimentos tem igualmente potencial para restaurar a natureza e reduzir o risco de futuras pandemias.
por Dr. Tiago Luís
Licenciado em Ciências do Ambiente – Ramo de Qualidade do Ambiente pela Universidade de Évora. Trabalhou no Programa de Desenvolvimento Rural, a partir de 2010, e integra a equipa da ANP|WWF, desde Junho de 2019, enquanto Técnico de Alimentação, trabalhando em áreas como dietas sustentáveis, desperdício alimentar e a reforma da Política Agrícola Comum.

16h00m – Questões do Público

Conversa Aberta


por Professora Alexandra Rodrigues
Mestre em Engenharia de Materiais e doutorada em Engenharia Mecânica pelo IST. Pós-doutorada (colaborando com Univ. de Cranfield e MIT) na área do estudo da soldadura laser e do desenvolvimento de novos materiais. Faz investigação do desenvolvimento de novos materiais para aplicação biomédica e do seu comportamento mecânico. No ISEL é professora coordenadora da Área Departamental de Engenharia Mecânica e assessora da Direcção para a área da sustentabilidade. Coordenadora do programa eco-escolas.

16h30m – As Promessas da Indústria das Proteínas Alternativas para Salvar os Animais

Estudo

A indústria nascente das proteínas alternativas está a gerar uma revolução tecnológica no nosso sistema alimentar, ao fazer desaparecer os animais dos nossos pratos. Apresentamos 3 técnicas de produção em desenvolvimento, os obstáculos científicos e jurídicos que os actores estão a enfrentar, e também os aspectos económicos, o entusiasmo dos investidores no mundo e o dos consumidores.
por Drª Véronica Seltz
Doutorada em economia pela universidade Paris Dauphine. Trabalhou como investigadora, analista, professora e palestrante. Tendo-se tornado vegana e antiespecista, está convencida de que devemos promover essa revolução no nosso sistema alimentar. Além de desenvolver uma actividade profissional relativa ao assunto, está também a criar um Santuário de Animais de Quinta, em Portugal.

17h00m – “Carne Limpa” – das Células Estaminais aos Hambúrgueres

Investigação

Todos os seres vivos começam como um grupo de células estaminais que se dividem, dando origem a mais células estaminais, ou se especializam em células com diferentes funções. Para produzir carne limpa em laboratório, as células estaminais são isoladas de um tecido animal (removido de uma forma indolor) e cultivadas em frascos de cultura em condições adequadas ao seu crescimento. Com a ajuda de factores específicos, estas células são depois especializadas em células musculares e cultivadas numa estrutura tridimensional formando um produto semelhante à carne tradicional. Para transformar a produção de carne limpa num processo rentável e eficiente, as células estaminais terão de ser cultivadas em grandes tranques chamados biorreatores, onde todos os parâmetros de cultura (incluindo oxigénio, pH e temperatura) são controlados. A produção rentável de carne limpa em grande escala irá permitir atenuar os desafios ambientais e éticos que a produção intensiva de carne tradicional envolve.
por Drª Ana Fernandes
Doutorada em Bioengenharia pelo IST em 2011 e desde 2019 é professora auxiliar convidada do Departamento de Bioengenharia do IST. Investigadora no Grupo de Investigação em Engenharia de células Estaminais do Instituto de Bioengenharia e Biociências (iBB) e está centrada no desenvolvimento e estabelecimento de bioprocessos para a produção em larga escala de diferentes tipos de células estaminais provenientes de diferentes espécies (humanas, porcinas e bovinas).

Domingo dia 02 de Outubro – Palco do Grande Átrio

Sandra Cóias
Apresentadora

11h30m – O Mundo dos Queijos Vegetais

SHOWCOOKING Vegan Cheese Lover

Actualmente, os queijos vegetais têm se desenvolvido muito. São diversas as possibilidades de produção, contando com diferentes insumos, micro-organismos e técnicas que são utilizadas para se chegar a resultados surpreendentes. Vamos apresentar toda essa diversidade e demonstrar como fazer um queijo de barrar fermentado de maneira fácil e simples, além de provarmos o resultado final.
Por Daniel Ramiro
Co-fundador da Vegan Cheese Lover e fez seu primeiro queijo vegetal fermentado em 2016. Desde então, aprofundou os seus estudos e experiências para alcançar diferentes texturas e sabores com os queijos veganos, e partilha tudo no Facebook, Instagram e YouTube. @vegancheese.lover

15h05m – Mitos na Alimentação 100% Vegetal

Conversa sobre Nutricionismo

Tornei-me vegetarian@, será que vou ter anemia? Consumir soja faz mal? Será que os bebés também crescem bem sem comer carne? Os vegetarianos precisam de tomar inúmeros suplementos e fazer análises com muita frequência? “Ah, mas uma prima da vizinha da sogra tornou-se vegetariana, ficou muito doente e teve de voltar a comer carne!” Será mesmo assim?- Os principais mitos de uma alimentação vegetariana esclarecidos numa pequena palestra interactiva.
Por Sandra Gomes Silva
Pós-graduada em nutrição vegetariana, é autora do livro “O Vegetariano” e dos e-books “Como evitar défices nutricionais numa dieta de base vegetal” e “Diversificação alimentar para crianças vegetarianas”, e é ainda co-autora dos manuais editados pela Direção-Geral da Saúde sobre alimentação vegetariana.

15h35m – Criar Pontes, para Salvar Mais Animais

Activismo Vegano Eficaz

A exploração dos animais é provavelmente dos assuntos mais complexos de lidar, na História. A Causa Animal, ainda em fase embrionária, precisa de todo o apoio possível. Num Movimento de pessoas conscientes do extenuante sofrimento que infligimos aos animais, naturalmente carregado de emoções, o pragmatismo é o atalho que nos permite criar as pontes necessárias de cooperação para uma mudança real e mais rápida na nossa sociedade moderna, que todos queremos mais saudável e mais justa.
Por Elisa Nair
Advogada e oradora internacional, foi docente nos Cursos de Pós-graduação em Direito dos Animais da Faculdade de Direito da UL. Activista desde 2012. Pertence à Direcção da Associação Veganário, é fundadora e presidente da Associação Aliança Animal, Coordenadora do Desafio Vegetariano, e é dirigente do movimento Activismo Vegano Eficaz, em Portugal.

15h55m – Save Movement e Plant Based Treaty

O Save Movement: Activismo em Lisboa

Nesta apresentação vamos conhecer o Save Movement em Portugal e a sua actividade em Lisboa nas suas várias formas de activismo em contexto urbano, na vertente da defesa ética pelos direitos animais, e, numa perspetiva de justiça climática, a divulgação do Plant Based Treaty como ferramenta de base cívica que apela a uma mudança do sistema produtivo alimentar actual.
Por Francisco Brandão e Paulo Moniz
Activista desde 2018, enquanto Organizador de grupos do Save Movement, realizando Acções de Vigílias em Matadouros, Vigílias Contra as Charretes puxadas por Cavalos em Sintra, e outras formas de sensibilização para a Exploração Animal. Actualmente gere o grupo de Activismo Urbano Lisboa Animal Save.

Colabora no grupo de Lisboa do Climate Save. Acredita que uma melhor sociedade acontece quando toda a gente é participativa e activa, dedicando muito do seu tempo à construção duma melhor comunidade para gente humana de duas, quatro ou mais patas ou barbatanas.

16h30m – Ecobiozon: 1.º Ecobio Marketplace

Apresentação de Projecto

Imagine um espaço online único, onde pudesse comprar tudo o que precisa de forma simples, rápida e segura, para adoptar um estilo de vida mais saudável e sustentável? Não seria fantástico? A pensar em si e na vida do planeta, desenvolvemos a Ecobiozon, que tem por missão não só promover escolhas mais conscientes e responsáveis por parte do consumidor, como também promover o desenvolvimento de uma economia circular, contribuindo para um planeta mais saudável e sustentável.
Por Joana Silva
Directora Executiva da Biozon, profissional de saúde, apaixonada pela natureza e pela sua profissão. Dedica-se à promoção de um estilo de vida saudável e mais sustentável, partilhando o seu know-how e ajudando as pessoas a viver de forma mais consciente e responsável.

17h10m – Torna a Tua Água da Torneira ainda Mais Cool

WORKSHOP EPAL

Serão preparadas três receitas de Águas aromatizadas, recorrendo ao uso de Água da Torneira, frutas, vegetais e ervas aromáticas, retiradas dos vários livros editados pela EPAL. Três simples sugestões de aromatizar a Água da torneira, tendo sempre presente o uso eficiente e racional da Água e o combate ao desperdício alimentar, numa óptica de Economia Circular. As águas aromatizadas tornam a nossa hidratação mais agradável. Para além do sabor, têm um aspeto bastante colorido, irresistível e fresco. Quem disse que a água não podia ter cheiro, cor ou sabor, não conhecia esta alternativa bem natural e bem mais económica. Venham experimentar!
Por Carla Marques Alcobia
A Carla integra a equipa de Educação Ambiental da EPAL e da Águas do Vale do Tejo, desde 2017. Ao longo deste tempo tem dinamizado vários workshops de Águas aromatizadas e demais receitas sustentáveis, quer a solo quer ao lado de Chefs Circulares.

17h40m – Casa Natural e Sustentável

WORKSHOP NATURAL BY L

Ao falarmos de produtos naturais e sustentáveis para o dia-a-dia, existem duas grandes questões que surgem de imediato: o preço e se são eficazes! Desta forma, o nosso intuito com este Workshop é desmistificar o tema dando alguns exemplos práticos, económicos e eficazes. Ao longo do Workshop vamos fazer um Detergente Natural. Uma receita rápida de fazer, prática e com ingredientes de fácil acesso, para que seja ainda mais simples entender o conceito de Casa Natural e Sustentável.
Por Lara Prazeres
Licenciada em Biotecnologia de produtos naturais, é Mestre em Bioquímica, especializando-se na área das plantas, seguindo a sua paixão e os ensinamentos da sua avó. Em 2017 fundou a Natural by L que hoje conta com uma larga gama de suplementos e cosméticos naturais bem como produtos relacionados com a Aromaterapia e produtos sustentáveis.

18h10m – Vem fazer a tua máscara ultrafresca LUSH!

WORKSHOP LUSH

As nossas máscaras faciais hidratantes e naturais são a melhor opção para complementar qualquer rotina de skincare, são fabricadas por encomenda, à fábrica Lush situada na Croácia, que depois as faz à mão e em pequenos lotes. Tudo isto para que as máscaras cheguem ultrafrescas. “Quanto mais fresco é um ingrediente, mais nutrientes contém. A fruta recebe um fluxo constante de energia da árvore. No momento em que se separam, começa a sua decomposição. Quanto mais cedo forem utilizados, maior será a quantidade de nutrientes, e maior será o benefício para a pele”, explica Dan Campbell, cientista de cosmética e inventor de produtos.
Por Staff da Lush

Domingo dia 02 de Outubro – Jardim

19h00m – CONVERSA COM EMBAIXADORES DO DESAFIO VEGETARIANO


Com Sandra Cóias, Rita Mendes, Heitor Lourenço e Zé Manel

Todos os eventos serão gratuitos, sem necessidade de pré-inscrição. Poderás saber mais detalhes sobre os eventos na nossa agenda Facebook.

%d bloggers like this:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close